Sobre mim

“Cortaram nossos troncos Cortaram nossos galhos Só não cortaram minhas raízes”

Nasci e resido em Coroa Vermelha, comunidade indígena fundada pelo meu pai, Pajé Itambé, no município de Santa Cruz de Cabrália, no sul da Bahia. Local onde foi rezada a primeira missa do Brasil, minha aldeia faz parte da pequena porcentagem de 0,47% da população indígena brasileira. Mesmo diante da diminuição dos recursos naturais disponíveis, a Natureza ainda é minha principal fonte de conhecimento. O povo Pataxó sempre viveu entre a terra e o mar e cultiva, até os dias de hoje, a sede por conhecimento que renasce em mim diariamente. Essa minha ‘loucura’ pelo saber e o desejo de unir as diferentes origens de conhecimento me levou à universidade. Fiz a graduação em Ciências da Natureza e Matemática. Conquistei Licenciatura Intercultural Indígena pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano e também sou formado em Terapia Comunitária Integrativa, Massoterapia e Técnico em Resgate Autoestima pela Universidade Federal do Ceará. Atualmente, sou pesquisador em dois projetos muito especiais: “Saúde Coletiva, Epistemologias do Sul e Interculturalidades”, na Universidade Federal da Sul Bahia em parceria com a Universidade de Coimbra (Portugal), e “Teia das 5 curas: Todos nós somos parentes”, que envolve povos indígenas no Brasil, Peru, México e Canadá, da Universidade da Columbia Britânica (Vancouver, Canadá) – tal estudo enfoca as cinco curas: pensamentos, sentimentos, relações, ciclos ecológicos e trocas econômicas. 

Sou o sexto entre os oito filhos que meus pais tiveram. Somos de uma família de lideranças e desejamos espalhar pelo mundo a mensagem de que podemos conquistar nossos espaços com amor e acolhimento. Vem também de minhas raízes a motivação para a busca do equilíbrio e a união entre os diferentes tipos de conhecimentos, sejam eles empíricos, científicos, filosóficos ou teológicos. 

A biomedicina ainda não produziu medicamentos capazes de curar o sofrimento, a tristeza, a mágoa. Acredito que o amor, o cuidado e o respeito são os elementos necessários para superar estes males. Creio na cura do sofrimento humano e, consequentemente, das dores das civilizações do mundo, por meio do entendimento e do tratamento do corpo, da mente e da alma.

Abrir chat
Precisa de ajuda?